Início > Uncategorized > Sinceridade de Dunga x Exclusividade Global de Mano Meneses

Sinceridade de Dunga x Exclusividade Global de Mano Meneses

Final de Libertadores,com mais um título brasileiro,voltamos agora nossos olhos para a Copa América com nossa seleção defendendo o título ganho em 2007,com uma seleção seleção forte e taticamente muito consistente treinada por Dunga.
Hoje nosso treinador é Mano Menezes,lançado por Andres Sanches ao cargo de treinador da seleção brasileira,o ex-corintiano é completamente diferente de seu antecessor,voltou a dar exclusividade a Rede Globo,oferecendo informações exclusivas,participando de todos os programas da casa e tratando os outros meios de comunicação com despreso e em alguns casos falta de educação.
Tenho saudades de Dunga,se tem alguém em nossa sociedade que sofre com a covardia e os ataques cheios de ódio da imprensa esportiva brasileira esse é o personagem.Como jogador ficou marcado como sinônimo de mau futebol por causa da derrota na Copa de 90,sendo que o mesmo não teve culpa alguma,se nunca foi brilhante com as bola nos pés era competente naquilo que era sua função em campo.
Como treinador desde sua contratação em 2006 foi atacado pelos jornaleiros de todas as formas possíveis inclusive com perseguição aos seus familiares,conseguiu vários títulos com a seleção e vitórias contra as principais seleções,situação que não ocorre com o atual treinador defendido pela mídia.
Infelizmente Dunga errou no pior momento,fez uma péssima convocação para a Copa da Africa,embora não tivesse comprometido,poderíamos ter vencido a Holanda pelo ótimo primeiro tempo mas como o futebol é imprevisivel os holandeses viraram e ficaram com a vaga.
Situações de futebol,mesmo assim foi crucificado pela mídia esportiva… crucificado por tratar jornalistas de forma igual,colocar regras,não dar preferência por um ou outro veículo de comunicação,e o principal ser sincero e verdadeiro nas suas declarações sem fazer média com ninguém.
Em tempos de Copa América prefiro a sinceridade de Dunga do que a política de Mano Meneses e quanto aos jornaleiros que o criticaram de forma covarde mais uma vez a lição não foi aprendida,a exclusividade voltou a Rede Globo.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Luiz
    24/06/2011 às 7:52 am

    Prezado : Não esqueça que a Rede Globo “COMPROU’ os direitos de transmissão da Seleção Brasileira, onde certamente tem cláusulas que obriga a “X” entrevistas exclusivas, etc..
    O Dunga, num tosco amadorismo, proibiu grosseiramente na África do Sul, as entrevistas e filmagens do treinos. È óbvio que se não houver IMAGENS das camisas dos atletas ou das placas de publicidade, não tem porque alguém investir em patrocínio.
    Um abraço,

    • 24/06/2011 às 12:33 pm

      Luiz discordo acho que Dunga cortou certos absurdos como entrevistas no meio da madrugada para o Jornal Nacional ao vivo e exclusivas para a globo,tratou de forma igual,cometeu exageros em alguns momentos mas na maioria do tempo fez o que deveria fazer.

      Abraço

  2. 24/06/2011 às 10:46 am

    E depois da Copa o Dunga nunca mais arrumou trabalho
    Coincidencia???

    • Luiz
      24/06/2011 às 11:15 am

      Vc. acredita numa versão tão fantasiosa que a “globo” não permite que o Dunga arranje emprego? – kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Tenha dó……

  3. mucio rodolfo
    24/06/2011 às 12:24 pm

    1- “…Mano Menezes,lançado por Andres Sanches ao cargo de treinador da seleção brasileira,….” Tai algo com o qual eu ainda não me conformei. O Andrés oferecer para a CBF um técnico que, embora não fosse o simbolo da perfeição, tinha o grupo do Corinthians nas mãos e que mantinha o time na liderança do CB. E o que aconteceu depois? Passou um pardal e arrasou com tudo……
    2- O problema de um técnico de seleção é que ele pode ficar 4 anos ganhando, ganhando, ganhando, mas se fracassar numa Copa do Mundo, ele é tido como incompetente. Com o Parreira aconteceu a mesma coisa. Os resultados pré-Copa dele foram até melhores do que o Dunga, tanto que em 2006 chegamos a Alemanha com um favoritismo bem maior do que em 2010.
    3-Não dá para pensar que o Dunga esteja desempregado por influência da “vênus platinada”. Mas a gente não pode ignorar que quem se mete com a emissora fica numa situção bastante embaraçosa. O Celso Pitta é um exemplo disto.

  4. Luiz
    25/06/2011 às 9:08 pm

    Mucio: Pelo que sei pela imprensa o Dunga tem recusado vários convites para assumir como técnico (Inter, S.Paulo, Gremio, Vasco, Flu) e recusou todas por motivos só dele.
    Me consta que ele tem negócios na Europa e Japão.
    Vejo o Dunga como uma pessoa bronca, sem traquejo, com uma visão amadorística do
    do futebol. Na minha opinião, hoje o técnico não pode se mais o dono do time. O futebol é um negócio de bilhoes de dólares. Antigamente um técnico podia colocar em campo aquele que achasse melhor e pronto. Hoje não tem lógica ou sentido colocar no banco de reservas o Ronaldo Fenomeno, por exemplo, pela exposição de mídia em cima dele, que representa retorno financeiro.

    • Igor
      15/03/2012 às 6:15 pm

      O Tolima provou que marketing só prejudica se não tiver um fim prático. Ronaldo jogou totlamente fora de forma e atrapalhou o Corinthians, perdeream mais dinheiro com a eliminação do que se tivessem tirado o gordo de campo.

  5. andre foca
    25/06/2011 às 11:14 pm

    olá!
    até certo ponto eu concordo com a tua visão a respeito do dunga…de fato os números estavam ao seu favor e achei bem interessante sua postura de “democratizar” o acesso à seleção, o que na prática significa bloquear a globo. O problema é que num dado momento, acho q a partir de alguns meses antes da copa, o dunga acabou perdendo o controle, justamente porque as investidas dos jornaleiros também aumentou. De todo modo, esses problemas de relacionamento foram atribuídos à perseguição da mídia e isso acabou interferindo no psicológico de todo a seleção (jogadores + comissão técnica). Nessa hora, o assessor de imprensa da CBF tinha q ter feito melhor sua função, de modo a equilibrar as vontades do dunga e as vontades da globo, que investe pesado na exclusividade das matérias.
    Francamente acho que quem está errado nessa história é a globo e a Sportv, mas o dunga também tinha que ter a noção do tamanho da briga q estava comprando. o felipão copa 2002 soube levar essa relação de modo bem mais proveitoso, já q apesar de toda a fama de “durão” ele não saiu como “vilão” na história.

  6. Fábio
    27/06/2011 às 10:20 am

    Dunga realmente foi muito infeliz na convocação para a copa, embora realmente era dificil chamar os meninos da vila, pois eles tinham acabado de ganhar um paulista, e ele já tinha o grupo fechado, os meninos naquela época era apenas uma promeça e não uma confirmação como é nos dias de hoje, mas calou a boca de muitas pessoas que criticavam o seu trabalho.
    Perder uma copa pode acontecer com qualquer técnico, afinal parece que o Brasil sempre tem q ser o melhor, e na verdade existem outros países que também querem ganhar, esporte é esporte.
    Até hoje vejo o dunga melhor que o Mano com a Seleção, afinal o Mano ganhou uma copa do brasil, graças ao ronaldo em seu plantel, (o que em 2009 garantia muito).
    Em relação a sua postura com a imprensa, na minha opinião, foi a melhor q já vi. Nunca tratou uma emissora diferente da outra.
    Parabens pelo post.

  7. Hugo
    20/09/2012 às 12:22 am

    Provavelmente não será lido, mas aqui vamos. Acabei de assistir o jogo BRA x ARG, com vitória brasileira, um gol impedido e outro de penalti, e cheguei numa conclusão sobre o time do Mano e o time do Dunga( vamos nos ater aos técnicos e times).
    Nesta era de Mano o time não se comunica; a zaga é falha, tanto que os números de finalizações e gols contra o Brasil são próximos; o meio de campo não transide para o ataque, salvo quando o Oscar joga; e não há finalizador no ataque e aqueles que são candidatos não têm oportunidade, pois o esquema táctico todo envolve o Neymar. Isso se tornou claro, ja que mesmo com o time atacando ele volta a jogada, com a bola no pé, para que ele parta com o ataque.
    A era Dunga tinha um futebol que faz falta no Brasil, que era o que nos fez ganhar copas, o futebol de linha. Neste tipo de jogo o ataque parte da zaga, do meio campo, nas laterais, de qualquer posição. Apesar de muito criticado o Dunga foi genial ao montar um time de jogadores que se comunicavam, tanto que a posse de bola era equilibrada( 40% meio, 30% centruavantes, 15% zaga e 15 % ataque) com um único objetivo de vencer. E como líder ele deu a chance ao Kaká que vinha de uma ótima fase(seria o Oscar, mas que partia do meio do campo e fazia gol). Uma das poucas derrotas do time(após uma expulsão no início do segundo tempo com placar favorável) o condenou, não seu suposto fracasso como técnico.
    Minha conclusão é que o Dunga conhecia futebol e como jogar e o Mano não, conhece apenas como vender, junto a Globo, este

  8. 23/05/2013 às 5:20 am

    Estupendo 😮

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: