Arquivo

Archive for agosto \31\UTC 2011

Ricardo Perrone versus Corinthians

Ricardo Perrone publicou um post hoje no uol,onde suas fontes afirmam que jogadores do Corinthians tem abusado das noitadas e de jogos de poker alguns juntos com diretores e até com o presidente do clube Andrés Sanches,denuncias em que Perrone não comprova com provas claras apenas utilizando boataria.

Pela primeira vez depois de muitos anos o clube responde a um jornalista,contestando sua notícia em nota oficial publicada no site do Corinthians assinada pelo seu presidente,além de contestar as denuncias a diretoria irá acionar o jornalista judicialmente.Acho que o fato,caso não seja abortado pela diretoria corintiana poderá causar complicações ao jornaleiro,inclusive com processos de outras diretorias como a do Palmeiras,clube que constantemente também tem sido atacado pelas boatarias de Ricardo Perrone em seu blog.

Perrone nos últimos meses tem abusado de denúncias falsas e boatarias sem comprovação do fato.Costuma noticiar informações de bastidores que raramente se comprovam tudo na base do “ouvi falar” ou “minhas fontes me contaram”.Perrone não me parece ser uma jornalista maléfico ou vingativo como outros jornaleiros por aí,mas segue uma linha perigosa de trabalho que flerta com a mentira e a irresponsabilidade.

Espero que o Corinthians coloque adiante a idéia de processa-lo e outros clubes também façam o mesmo não somente com Perrone mas com qualquer jornalista que não tiver compromisso com a verdade ou acuse sem provas concretas,chega de levianidade e ataques aos nossos clubes,somos a favor de jornalismo investigativo mas desde que feito com responsabilidade e verdade,qualquer coisa diferente disso deve ser punida com o rigor da lei,pois não é jornalismo e sim difamação.

Categorias:Uncategorized

Flávio Prado e Juca Kfouri oportunismo no protesto das organizadas

Flávio Prado e Juca Kfouri ferozes combatentes das torcidas organizadas brasileiras,consideram que qualquer participantes dessas torcidas são vagabundos,bandidos e outros pesados adjetivos mesmo esquecendo que nem todos que participam dessas torcidas são meliantes…

Por causa das torcidas organizadas orientam torcedores a não frequentar estádios,costumam culpa-las por brigas que as vezes ocorrem a quilômetros de distancia do local de jogos,sendo que a maioria dessas brigas não tem qualquer relação com essas torcidas,entre outras coisas.Ontem as mesmas organizadas fizeram protestos contra Ricardo Teixeira em diversos estádios,incoerentemente e mostrando uma grandiosa cara-de-pau Kfouri e Flávio Prado repercutiram em suas mídias a manifestação,mostrando faixas e entrevistas com membros de algumas torcidas.

Como são malandros nossos jornaleiros não conseguem nem manter a coerência em suas opiniões,se as organizadas são compostas por vagabundos de acordo com a visão deles,portanto a manifestação também foi feita pelos tais vagabundos e não deveria ser repercutida ou ter validade para ser repercutida.Mas como é interessante para eles,se esquecem das opiniões que pregam a mais de 15 anos contra as organizadas,desde os tempos de Cartão Verde.Do Juca Kfouri até não me assusto pois vive se mostrando oportunista em vários casos de seu interesse,mas do Flávio Prado esperava ao menos que ele mantivesse a linha critica quanto a essas torcidas.Mas o pior mesmo foram os protestos dessas torcidas que serviram de escudo para esse tipo de jornaleiro,muitos protestaram sem nem saber direito os motivos.Na minha opinião as organizadas tem bons e maus elementos como qualquer setor da sociedade,não deve ser tratada como um convento de padres mas não deve ter suas atividades encerradas é tudo uma questão de utilizar o bom senso e aplicar a lei se necessário.

Para aqueles que ainda dão crédito a dupla de jornaleiros citados,isso é mais uma prova de sua incoerência e oportunismo barato nas situações de seu interesse,vamos ver se agora Flávio Prado e Kfouri terão coragem de pedir para o torcedor não ir ao estádio…

Categorias:Uncategorized

Rede Record critica futebol brasileiro no Domingo Espetacular

A Rede Record exibiu mais uma reportagem sobre o futebol brasileiro desta vez no Domingo Espetacular,repercutiu o protesto das torcidas organizadas contra Ricardo Teixeira no final de semana e repetiu alguns trechos de suas reportagens exibidas no Jornal da Record mês passado.

Mas não parou por aí,incoerentemente criticou ferozmente o horário das 21:50,o nível técnico do nosso futebol,a falta de estrelas em nossos clubes,mostrou que os índices de audiência da Rede Globo com o futebol caiu em comparativo dos últimos 5 anos de medição e também criticou os altos preços empregados em nosso futebol entre comerciais na televisão,ingressos e produtos oficiais.

Uma reportagem completamente incoerente e parcial,marca registrada da emissora dos bispos,como o nosso futebol é tão ruim assim e os preços são tão altos se há dois meses atrás a Record queria adquirir o campeonato brasileiro por valores maiores que os praticados em toda a história de negociação de direitos de transmissão no Brasil?O que faria uma emissora gastar mais de um bilhão de reais em um campeonato se a audiência diminui a cada ano?Os jornaleiros que fizeram essa reportagem esqueceram que a Band costuma ter em média 7 pontos de audiência e também não se deve descartar a audiência da tv a cabo,o produto futebol segue sendo lucrativo na televisão,a audiência total ultrapassa os 30 pontos em média,portanto os preços praticados são válidos por que o retorno é garantido.A tese de falta de estrelas também é falsa,muitos jogadores foram repatriados da Europa,a maioria dos clubes tem ao menos dois jogadores de destaque.

Talvez a reportagem tenha razão quanto a jogos as 21:50,é ruim para o torcedor,mas tudo depende do apelo da partida cansei de ver estádios cheios em jogos interessantes nesse horário.Para o telespectador tenho minhas dúvidas se o horário é ruim,eu gosto do horário das 21:50 para televisionamento de partidas.

Para fechar a reportagem ouvimos o depoimento de Juca Kfouri sobre alguma dessas questões,um jornaleiro de primeira que nunca contribuiu em nada com nosso futebol,nem com criticas que sempre foram para desqualificar nosso futebol e jamais com idéias para melhorias.Achei a reportagem da Record incoerente e claramente vingativa,já que tentou adquirir a meses atrás o que hoje está criticando.

 A Record demonstra claramente que nunca se interessou pelo nosso futebol tudo foi um clichê para atrapalhar a principal concorrente ou na pior das hipóteses ter argumentos para criticar a Rede Globo,com essa postura seguimos torcendo para que a Record siga longe de nosso futebol.

Categorias:Uncategorized

Globo não sabe valorizar o produto futebol

A rodada de número 19 do campeonato brasileiro promete grandes públicos e jogos mas parece que a Globo e o Sportv não conseguiram perceber isso e desvalorizam o produto futebol,deixando a transmissão das principais partidas para o pay-per-view…

Hoje pelo Sportv,é mostrada a empolgante disputa kkkkk entre América/MG x Atlético/GO,quando temos dois ótimos jogos no mesmo horário entre Fluminense x Botafogo e o Atletiba disputado no Couto Pereira,por força de contrato não se pode mostrar jogos em tv aberta aos sábados,mas o Sportv no minímo deveria ter apostado em algum dos clássicos… pois o número de assinantes do canal campeão é maior que o do pay-per-view.

Para domingo é pior ainda,exceto no Rio de Janeiro onde a partida da tv aberta será Flamengo x Vasco,um jogão com promessa de Engenhão lotado e o esperado duelo entre Ronaldinho Gaúcho x Juninho Pernambucano,de resto somente jogos não tão importantes tanto no Sportv quanto na teve aberta… não pelos clubes envolvidos mas sim pelo momento das equipes.Em São Paulo,os paulistas deverão se contentar com o clássico entre Santos e São Paulo,um Santos nem um pouco interessado com o campeonato contra um São Paulo irregular,enquanto Corinthians x Palmeiras,o maior clássico do estado e burramente marcado para Presidente Prudente,é junto com o clássico dos milhões carioca o jogo mais esperado da rodada.Um clássico que se tivesse tv aberta renderia excelentes pontos no Ibope para Globo e Band.Gaúchos e mineiros também não poderão acompanhar seus maiores clássicos em tv aberta e nem pelo Sportv,deverão pagar pelo menos 70 reais para ver a partida no pay-per-view,isso se tiverem tv fechada em seus lares,os que não tem pay-per-view terão que acompanhar Bahia x Ceará pelo Sportv,um jogo sem grande apelo e com poucos torcedores espalhados pelo país.

Como a Globo consegue ser tão incompetente com o produto futebol,não consegue valorizar nem quando temos uma rodada repleta de clássicos,era para se mostrar jogos no sabado e domingo,cada praça com seu clássico,renderia excelente audiência,maior visibilidade publicitária e como consequência ganho em faturamento.

A Globo que gosta tanto de copiar modelos europeus e norte-americanos de transmissão,deveria copia-los na promoção de seus grandes eventos,uma rodada como essa não pode ser tratada como uma qualquer,na Europa quando se tem clássicos na Itália,Espanha e Inglaterra o país para acompanhando o duelo,nos Estados Unidos os grandes jogos da NFL e da NBA são transmitidos na ABC o maior canal de televisão aberta do mundo e muito bem divulgado para o exigente público norte-americano.

Por que no Brasil,o país do futebol tem que se diferente?O torcedor fica privado de acompanhar os grandes jogos tendo que pagar caro sendo que deveria ser o contrário,fui contra a Rede Record na briga pelos direitos de transmissão do brasileiro,queria que a Globo continuasse transmitindo os jogos mas pelo visto errei em minha preferência com certeza qualquer opção diferente da Globo trataria com mais carinho a atual rodada e o produto futebol.

Categorias:Uncategorized

Rogério Ceni e a honestidade são paulina

O blog é sobre imprensa canalha,mas também podemos repercutir fatos relevantes do esporte e principalmente declarações infelizes de jogadores e dirigentes.Vamos começar repercutindo a entrevista de Rogério Ceni para a Agência Radioweb.

Perguntado se haveria retaliações da CBF contra o São Paulo,ele responde:

 Não sei, não posso afirmar. Mas é o preço que se paga quando você quer ser correto e honesto em um mundo onde as pessoas não vêem dessa maneira. Para bater de frente com as coisas que o presidente do São Paulo acha errado, paga-se um preço. Há um comportamento estranho com o São Paulo. Vivemos sofrendo isso há alguns anos. Isso é notório, desde a exclusão do estádio (da Copa de 2014) .

Como alguém pode ser tão cara de pau ao dizer que a diretoria tricolor é correta e honesta,a diretoria do São Paulo é uma das mais sujas e corruptas entre os nossos clubes,são defendidos pela mídia por que a mesma é preconceituosa e quadrada que concorda com qualquer discurso politicamente correto e que agrade a elite.Não posso acreditar que Ceni ache honesta e correta uma diretoria que alicia talentos de outros clubes nas categorias de base,um presidente que muda estatuto para se perpetuar no cargo e manipula a mídia para esconder seus podres ou então a enorme divida são paulina que ao contrário dos outros clubes é escondida por sua direção para manter o ridículo discurso de clube organizado,moderno e sem dividas.

Se o São Paulo fosse tão prejudicado não teria vencido três campeonatos brasileiros seguidos e pior em 2008 com o Flamengo(protegido da Globo e CBF) disputando o título,se tudo fosse contra a sua equipe muitos penaltis teriam sido marcados na época.O tal caso Madonna também  seria melhor investigado entre outras coisas…

Outra resposta patética foi quanto a questão da reforma do Morumbi:

 É um estádio em que quem gastaria o dinheiro era o São Paulo, para reformar. Não dá certo. Se ainda tivesse alguma verba de fora… Quem vai gastar é o São Paulo, a responsabilidade é do clube. Aí não dá pra construir outro estádio, não tem R$ 1 bilhão para gastar… Tem que ter dinheiro que não tenha tanto controle porque, se tiver responsabilidade, aí não funciona para as pessoas que desejam as coisas que pretendem com a construção de novos estádios.

Esta resposta é digna de risadas,então o São Paulo está com os caixas cheios para bancar uma reforma do estádio?Nem precisa de patrocínios na camisa(copiou o mesmo modelo corintiano que eles tanto criticaram) ou então a iniciativa privada boazinha… bancaria toda a reforma do velho estádio que se estivesse na Europa ou nos EUA teria sido demolido,vide o estádio de Wembley em Londres.Não seja tão dissimulado Ceni,a reforma do Morumbi com certeza usaria o mesmo modelo de financiamento da Arena do Corinthians,mas claro que apoiado pelo mídia elitista e cega.

O goleiro presepeiro de grande fase em 2005,isso não pode ser contestado,mais uma vez tenta passar a imagem de culto e bom moço com um discurso politicamente correto,mas que jamais enganará as pessoas inteligentes,falou um monte de bobagens mostrando seu habitual cinismo que caracterizou sua carreira.

O pior é que ligaremos o rádio,televisão e vamos ler nos jornais diversos jornaleiros elogiando o monte de bobagens ditas como se um gênio tivesse proferido as palavras que ataca a inteligência das pessoas sensatas.Rogério Ceni nunca me enganou nem dentro de campo e muito menos fora dele,me parece que ele começa timidamente a fazer sua campanha para a presidência do São Paulo,caros leitores vamos nos preparando que isso é só o começo muitas bobagens ditas por Ceni virão por ai e pior todas devidamente apoiadas pela mídia nojenta que está instalada em São Paulo.

Categorias:Uncategorized

Luiz Ceará:Jornalista que protege seu time é um bundão

Palavras de Luiz Ceará novo blogueiro do UOL, em matéria realizada pelo portal:

O jornalista esportivo precisa ter um time, senão tem que trabalhar como caixa de banco. O cara tem que amar o futebol, amar o clube, mas precisa manter a ética. É bundão quem protege seu clube, o seu jogador. Já fiz quatro jogos da Ponte na Série B este ano. Por que vou ficar protegendo a Ponte? Quem paga mau salário é a Bandeirantes. E todo mundo sabe que meu time nacional é o Flamengo. Quem não tem um time que vá fazer matéria de natação

Luiz Ceará, jornalista que nunca comprometeu nas diversas emissoras que trabalhou claro que já cometeu seus deslizes principalmente na defesa de jogadores amigos em Campinas, por exemplo, nunca criticou o ex-atacante Luisão em todas as suas quebras de contrato e em alguns casos abandono de emprego como fez no Vasco, Corinthians, Grêmio e Herta Berlim, cansei de vê-lo na tv defendendo os atos do atacante, mas na média Ceará é um bom jornalista.

Tenho a mesma opinião que ele, todo mundo ligado ao futebol tem um time,não é possível ser jornalista esportivo sem ter torcido um dia em sua vida, pois o futebol é movido pela paixão. Mas quando se entra na profissão o ponto principal deve ser a isenção, jamais utilizar suas tribunas para defender seu clube ou atacar o rival fazendo papel de torcedor colocando o distintivo do seu clube em cima dos olhos não enxergando nada ao redor.

Ceará deveria levar as suas palavras a alguns companheiros de Band e UOL, como Milton Neves, Neto, Fernando Sampaio, Vitor Birner… Que como o jornalista disse são os tais bundões que usam seus espaços na mídia para defesa de clube, jogadores e dirigentes…

Gostei das palavras do jornalista, em sua carreira ele nem sempre conseguiu cumprir em 100% o que disse na frase acima, mas ao menos tem noção do que deve ser feito e tenta não cometer o mesmo erro de diversos colegas, colocando a isenção e a preocupação com a informação em primeiro lugar. A receita de Ceará é simples e deveria ser seguida por toda a imprensa esportiva brasileira,infelizmente as coisas não assim… Uma pena por que quem sofre a conseqüência somos nós consumidores do produto futebol.

Categorias:Uncategorized

Wanderley Nogueira:Incoerência em astros sem rivalidade

Wanderley Nogueira escreve em sua coluna no Portal Terra sobre a cordialidade entre os jogadores das equipes paulistas que falta rivalidade entre os jogadores e sobram sorrisos e conversas no antes e depois das partidas.

Que bom que existe cordialidade entre os astros dos clubes paulistas,diferentemente por exemplo da imprensa carioca que leva o futebol de forma saudável protagonizando rivalidades apenas dentro de campo e amplamente apoiada e levada de forma jocosa pelos torcedores.Como eram legais os duelos Rei do Rio protagonizados por Romário versus Renato Gaúcho,Túlio e Edmundo nos anos 90 que sempre foram resolvidos dentro de campo com muitas brincadeiras e bom futebol.Em São Paulo isso é impossível,não dá para se alimentar qualquer rivalidade entre jogadores por que a imprensa leva tudo na base da guerra,qualquer palavra um pouco mais polêmica já se transforma em questões de ultra importancia.Lembro nos anos 90,que a imprensa fomentou a rivalidade que se resumia a dentro de campo entre Palmeiras x São Paulo e Corinthians x Palmeiras,respectivamente no meio e fim da década que terminaram em pancadaria e baixaria entre os jogadores,no caso de São Paulo e Palmeiras terminou até em batalha campal entre torcedores em uma final de Copa São Paulo de juniores.

Nessa semana de clássicos,imagine uma tropa de declarações entre Adriano e Kléber ou Rogério Ceni e Neymar,a imprensa não seria capaz de promover isso de forma saudável,viraria uma troca de farpas e polêmicas desnecessárias que a imprensa paulista divulgaria isso amplamente e de maneira negativa o que traria como consequência queda de qualidade nos jogos,pois as equipes entrariam em campo pensando em não perder em primeiro lugar e obviamente pioraria ainda mais o já conturbado relacionamento entre as torcidas em clássicos que se transformaria em um enorme barril de pólvora pronto para explodir no menor deslize da policia.

Achei bem incoerente a coluna de Wanderley Nogueira pois ele e seus companheiros de Jovem Pan são os jornalistas que mais incentivam as polêmicas desnecessárias e o clima de guerra entre os atletas,pedem para o torcedor não ir ao estádio por conta da violência mas são os maiores criadores de intrigas,como agora tem coragem de reclamar da falta de rivalidade entre jogadores paulistas?Realmente nossos jornaleiros além de maldosos são bizonhamente incoerentes…

Categorias:Uncategorized