Início > Uncategorized > Jornaleiros versus estádios novos

Jornaleiros versus estádios novos

Hoje o jornal “O Estado de São Paulo” notíciou que um banco privado,acredito que seja o Itaú por sua proximidade com o futebol,ofereceu o valor de R$ 300 milhões pelos direitos de batismo do nome da Arena do Corinthians.Uma notícia espetacular para o futebol brasileiro,se assinado o contrato,novas empresas irão batizar outros estádios como a nova Arena Palestra Itália,Arena da Baixada,Beira Rio e até o velho Morumbi.

A cultura do naming rights já existe na Europa e nos Estados Unidos desde a década de 80,a maioria das equipes da NBA e NFL,as duas ligas que mais movimentam dinheiro nos EUA tem quase todas suas arenas batizadas com nome de empresas o que aumenta consideravelmente as rendas dos clubes,permitindo pagar salários astronômicos a estrelas de primeira grandeza e realizar investimentos no patrimônio,no caso das arenas garantindo conforto,segurança,serviços de primeira qualidade e espetaculos ao torcedor.

Hoje não li,nem ouvi nenhum jornalista repercutir a notícia,uma questão relevante que envolve diretamente o torcedor que poderá ver seu clube mais forte e ter condições satisfatórias para se assistir uma partida de futeb0l pois logicamente nenhuma empresa investirá milhões em estádios meia-boca sem condições de mostrar de forma adequada a marca do investidor.

Nossos jornaleiros só enxergam o lado ruim das construções dos estádios no Brasil,quando temos notícias interessantes como a publicada pelo Estadão simplesmente não se toca no assunto,agora se na Arena do Corinthians um tijolo for assentado fora do padrão vira notícia na primeira página de jornais,portais de internet e programas de televisão ou rádio parecem abutres esperando o lixo ser despejado.

Ultimamente além da Arena do Corinthians nossos jornaleiros resolveram atacar o Maracanã e sua remodelação,muitos acham que estádio não deveria ser alterado por questão de tradição.Como podem ser tão medíocres?O estádio foi fundado na década de 50 estava totalmente defasado sem conforto,segurança e fora dos padrões de arquitetura atuais.Fez muito bem a FIFA em pedir modificações no estádio,o torcedor será o principal beneficiado e esquecerá qualquer questão relacionada a tradição,esse argumento somente servirá para jornaleiro que não frequenta estádio e aqueles donos da verdade de sempre…

Não dúvido que quando as empresas começarem a despejar dinheiro na exploração dos nomes do estádios.nossos jornaleiros comecem a criticar o ato,afinal na mentalidade reduzida deles qualquer benefício obtido por clubes e melhorias ao torcedor é um crime,tudo deve ser ruim senão perde-se a graça como criticar se tudo funciona corretamente?

Que o name-rights da Arena do Corinthians seja o início de uma era de estádios de primeira e clubes ricos no Brasil,é isso que o torcedor quer e merece.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. AndersonII
    16/08/2011 às 11:52 pm

    Você não ouviu? Então não assistiu a ESPN.
    Pois eu já ouvi. E o papo é:
    “O nome que já pegou é Itaquerão”. “No Brasil não há essa cultura de naming”.
    E a descrença eu ouvi no Sportcenter, e no Mauro Cesar Pereira.

    • 17/08/2011 às 12:22 am

      Então não leve a sério são jornaleiros de primeiro nível… são legais por que graças a eles esse blog existe…

      Abraço

      • luiz
        17/08/2011 às 8:32 am

        Gustavo: A maioria da imprensa esportiva do Brasil é o que existe de pior no mundo.
        É inacreditável que “profissionais” que vivem do esporte façam TANTO contra o esporte, no caso o futebol.
        O nome ” itaquerão” é claramente depreciativo.
        Se a imprensa não divulgar a denominação correta do estádio, nada valerá o investimento.
        A Globo, parece que está mudando a diretriz e já está denominando corretamente, pelo menos na F1. Já estão chamando de Red Bull a equipe que chamavam de RBR.

  2. 17/08/2011 às 8:17 am

    No caso da Espn eles chamam todos os ginasios da NBA e todos os estadios da Europa pelo naming rights em suas transmissões.

    E a maioria das empresas citadas por eles, tem relações comerciais aqui no Brasil. Ou seja, fica claro que trata-se de uma exceção em relação ao Estadio do Corinthians cujo unico objetivo é atrapalhar o clube.

  3. Blefe
    17/08/2011 às 10:37 am

    Essa questão do nome do estádio tem que ser tratada com muito cuidado pelo marketing do timão.

    Nesse caso o tempo joga contra e a favor.

    Se deixarem passar muito tempo, os apelidos pegam e as propostas de naming fatalmente vão diminuir. Se negociarem agora, correm o risco de perder dinheiro para propostas melhores que virão naturalmente a medida que o estádio sobe e se torna realidade.

    Sobre essa questão do Maracanã, também acho um absurdo os caras criticarem o fato de modernizarem. Esses jornaleiros criticam dizendo que o torcedor é tratado como gado (e é mesmo), mas dai criticam quando resolvem melhorar pois acham que estão “elitizando” o futebol? Vai entender…

    Eles usam os ingleses como exemplo de organização de eventos esportivos (como a puxação de saco de uma matéria da ESPN sobre as olimpíadas a alguns dias atrás), mas se esquecem que esses mesmos ingleses DEMOLIRAM o estádio de Wembley em 2003 para dar espaço a uma arena mais moderna.

    Quantos reclamaram disso na Inglaterra? Tenho certeza de que ninguém.

    Só que aqui no Brasil tomo mundo acha que tem o direito de dar pitaco. Até quem não tem a mínima idéia do que está falando.

    • luiz
      17/08/2011 às 10:50 am

      Não só demoliram com se chama “Emirates”, kkkkkkkkkkkk
      Com esta idiotice, na minha opinião, tombaram o Pacaembú e vai virar um elefante
      branco, sem poder ser modernizado, não pode ter shows por causa do barulho, etc.,
      com um custo gigantesco de manutenção pago pela prefeitura.

      • João
        17/08/2011 às 12:45 pm

        Luiz, o Emirates Stadium é o estádio do Arsenal.
        O Wembley Stadium continua com o mesmo nome de sempre, sem a cessão de naming rights para nenhuma empresa.

  4. luiz
    17/08/2011 às 1:29 pm

    João: Obrigado pela correção. Desculpem-me. Grato.

  5. 17/08/2011 às 7:13 pm

    Tudo isso porque a exclusão do Panetone cor-de-rosa da Copa 2014 e a subsequente indicação do futuro estádio do Timão, em SP, ainda está causando estragos mentais nessa ala repugnante da mídia esportiva. Mas é bom ver as máscaras caírem, é mutio bom perceber o quanto o clube do povo incomoda esses falsos-comunicadores, comprometidos com a mediocridade, com a mentira, com o preconceito e castigados pelo desprezo da Fiel .

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: