Início > Uncategorized > Caso Emerson Sheik:Entrevista absolutamente normal

Caso Emerson Sheik:Entrevista absolutamente normal

O blog andou um pouco desatualizado na última semana por questões profissionais do blogueiro,por tanto não estive tão atento aos acontecimentos da semana,fui alertado por alguns leitores sobre a repercussão da entrevista coletiva de Emerson Sheik na última sexta-feira no Corinthians, com alguns jornaleiros aumentando e até deturpando suas palavras.

Acompanhei a entrevista pelo blog da Yule Bisetto no GE.com,não percebi nada demais nas entrevista do atacante corintiano. Ele apenas estranhou o fato da torcida cobrar a equipe mesmo ela estando entre os quatro primeiros colocados no campeonato brasileiro e que no Rio o torcedor costuma cobrar quando o clube vai mal na tabela.Talvez por não ter jogado em São Paulo,Emerson não entenda que a cobrança pra quem joga nos grandes da capital é maior.O torcedor paulista não aceita uma sequência de três jogos sem vitória pois é acostumado com equipes fortes e vencedoras o que o tornou mais exigente que as outras torcidas do país,o Corinthians ficou dois meses sem vencer no final de semana algo inaceitável para um clube grande e dificilmente seria perdoado pelo exigente torcedor.

Serei honesto com o leitor,não ac0mpanhei a repercussão da mídia sobre o fato,mas a entrevista foi absolutamente normal somente um pouco mais ousada que as entediantes coletivas do dia-a-dia dos clubes,mas transformar isso em polêmica é mais uma vez provar que a imprensa principalmente a paulista,vive de restos.

A imprensa realmente merece as mesmices dos jogadores nas coletivas,quando tem um jogador que fala algo diferente já repercutem o fato de maneira negativa,Emerson não pretende mais dar entrevistas coletivas até o final do ano,faz muito bem,pois assim estará evitando confusões com o monstro chamado IMPRENSA!

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 25/09/2011 às 9:27 pm

    Gustavo, realmente não falou nada tão grave quanto a imprensa propagou, mas falou, e precisa ser informado que no Corinthians a palavra é uma arma potente, principalmente contra.
    Ficou evidenciado nessa fala dele que o Corinthians não tem comando algum, e que os jogadores não são ao menos atualizados quanto a importância de jogar no maior clube do país.
    Mas tudo bem, página virada.
    Agora, você já deve ter falado sobre ele, mas por ser um dos maiores idiotas da imprensa, acho que merece pauta permanente. Estou falando do André Rizek. Cara, esse moleque me dá nauseas, dá asco. Estou desenvolvendo um verdadeiro nojo por ele. Que cara arrogante, estupido, e adora falar mal do Corinthians, sempre fazendo carinha de super inteligente. Mas não é só com o Timão, ele por ser paulista tem essa mania idiota de falar mal e de forma blazé dos clubes da sua cidade, diferente dos cariocas que defendem e exaltam o futebol local com unhas e dentes.
    Mas o ponto alto hoje no troca de passes foi ele dizer que fica dificil para alguns clubes lutarem pelo titulo pois estão há 7, 8 pontos do líder e só tem 24 pontos em disputa. Fiquei atordoado, o cara não sabe nem fazer conta. Ao ser avisado que na verdade são 36 pontos, fez aquela cara de merda mas não quis perder a pose, reafirmando que achava dificil tirar a diferença. Aí até os colegas dele de mesa o ignoraram.
    Porque temos tantos idiotas na nossa imprensa esportiva cara? Não aguento mais, sinceramente.
    Vale a pena mais um post sobre esse moleque ridiculo.
    Valeu!

    • 25/09/2011 às 10:24 pm

      Samuel,

      Eu já estou de olho nele há um tempo principalmente por ser escada do Renato Maurício Prado e se prestar a fazer papel de idiota a esse jornaleiro de quinta categoria.
      Teremos novidades essa semana!

      Abraço

    • David 77
      25/09/2011 às 11:18 pm

      Pior é que o Rizek é Corinthiano e dizem por ai, dos roxos.
      Poxa tá na hora de acabar com isso, os Corinthianos metem a boco no Timão tanto quanto os antis. Que raio é isso? Oposição ao atual presidente? Querer demonstrar imparcialidade? Puxação de saco do chefe anti? Recebem do Juju?
      Ainda bem que apareceu a internet trazendo blogues como esses além de outros meios divulgação de opiniões, onde podemos ter alguma voz, e espero que no futuro essa midiazinha de panelinhas e interesses pessoais acabe no seu devido lugar, o limbo do esquecimento (pra não usar palavrão).

      • Ernesto de Minas
        26/09/2011 às 10:24 am

        O Rizek é corinthiano, mas como todo jornaleiro paulista, tenta agradar os cariocas se passando por isento.

  2. David 77
    25/09/2011 às 10:00 pm

    Agora a imprensa vai pegar no pé dele por não querer mais dar entrevista.
    Pra quem viu a entrevista completa e quer ver ela devidamente editada: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2011/09/emerson-detona-protesto-da-torcida-e-diz-que-no-flamengo-seria-diferente.html
    Note-se entre muitas coisas, por ex. que na entrevista ele diz acreditar que essas manifestações não são coisas da torcida do Corinthians, cortado na edição da um sentido totalmente diferente para suas palavras.
    Talvez o pior tenha sido sua reação de inconformismo e acabou colocando uns palavrões no seu twitter, coisa que os jornaleiros usaram pra tentar tumultar mais ainda a situação. http://www.lancenet.com.br/minuto/Irritado-Sheik-desabafa-Twitter-Vou_0_560343963.html

    • 25/09/2011 às 10:26 pm

      David sua análise foi excelente o Sheik não disse nada demais e fizeram um grande tumulto distorcendo a verdade,faz muito bem o Sheik em se calar,pois agir corretamente com essa cambada é igual a arrumar problemas.

      Abraço

  3. múcio rodolfo
    25/09/2011 às 10:06 pm

    Eu também não vi nada demais nas declarações do Emerson. E ele ainda diferenciou os 15 que foram pressionar dos milhões de corinthianos espalhados pelo país. A impressão que se tem pelas críticas que se faz é que o time em questão não está entre os melhores do campeonato brigando com amplas condições pelo título, mas sim cumprindo uma campanha mediocre ou lutando para fugir da zona da degola. As críticas devem existir, mas de acordo com a situação na qual o time se encontra e não na base do tudo é um lixo,tudo é uma porcaria, ninguém presta, ninguém vale nada.

    • 25/09/2011 às 10:38 pm

      Mucio,

      A questão é que nós corintianos somos extremamente exigentes,não só nós corintianos,palmeirenses e são paulinos também.
      Não aceitamos derrotas seguidas,equipe jogando mal e outras coisas… nossos clubes são vencedores e acabamos não aceitando maus resultados.
      Mas no caso do Corinthians atualmente existe um certo exagero nas criticas e eu acabo tambpem exagerando nas minhas criticas a equipe como você tem visto em outros blogs por aí.
      Quanto ao Emerson ele foi direto ao ponto e não disse besteira alguma.

      Abraço

  4. Fábio
    26/09/2011 às 1:28 pm

    Concordo plenamente contigo, Gustavo. Os torcedores de São Paulo são muito mais exigentes se comparados aos torcedores do Rio.
    A entrevista foi tranquila, e confesso, tinha um certo pé atrás em relação ao Emerson, pelas histórias passadas dele (cantar o bonde do mengão, na concentração do flu), (quebrar quarto de hotel), mas além de estar se destacando no time do corinthinas (não é craque, mas executa bem sua tarefa), estou mudando um pouco minha opinião a respeito dele.
    Esta declaração foi a mesma dada no Esporte Fantástico da record, há mais ou menos um mês. Tomei como elogio, pois os torcedores cariocas não cobram tanto o time, lá parece que é assim, se o time perde 4 e ganha uma, acabou o problema, eles estão pouco se lixando se vai ganhar o próximo, sem querer cobrar sequencia. Já aqui, o torcedor quer é sequencia.
    Já em relação ao RIZEK, ele é sim corinthiano roxo, mas antes de qualquer coisa, se importa muito mais com o seu próprio bolso, do que com o time que torce.
    Caluniar um clube dá muito mais audiência do que uma simples informação, e é isso o que os jornaleiros fazem.
    Se estão certos ou errados juro não saber, pois como eu disse, na hora do andrés inventar sobre o dagoberto, mudando o foco, a imprensa presta, na hora da imprensa inventar ou mudar o foco da notícia, a imprensa não presta, sei lá quem esta com a razão. Eles aproveitam qualquer brecha, e cabe ao torcedor filtrar o que lhe serve. Os jornaleiros são torcedores até a página 2 $$$, depois é cada um por si e Deus contra todos.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: