Arquivo

Archive for março \31\UTC 2012

Cosme Rímoli:Feliz 1 de Abril

Rosenberg decidiu apelar para o lado místico do corintiano.

E quer porque quer a aprovação da construção de uma estátua gigantesca no Itaquerão.

Um São Jorge de 30 metros.

O tamanho não é por acaso o mesmo do Cristo Redentor no Rio.

Rosenberg quer que o seu São Jorge imaginário vire cartão postal de São Paulo.

A marca registrada da cidade.

Assim como o Cristo Redentor é do Rio de Janeiro.

E quer cobrar para os fiéis terem acesso a São Jorge.

Espera com a peregrinação de fiéis arrecadar o que não conseguir com os naming rights.

O presidente Mario ‘futebol é business’ Gobbi primeiro se assustou com a ideia.

Mas agora se mostra favorável.

A estátua deve ficar na frente do Itaquerão.

Para ser vista de longe.

É uma pena que a estátua ainda não esteja construída.

Já poderia estar servindo para muita gente rezar diante dela.

Como Ricardo Teixeira.

Ele está sofrendo uma investigação do Ministério Público.

A nova acusação: ter recebido dinheiro para a construção do Itaquerão.

E São Jorge iria trabalhar…

O secretário municipal para a articulação da Copa, Gilmar Tadeu, faria bom uso dele.

Ele terá de explicar ao Ministério Público Federal a concorrência para os R$ 420 milhões de incentivos fiscais ao Itaquerão.

A Prefeitura lançou a concorrência nos seguintes termos: daria o incentivo para uma empresa disposta a construir um estádio em Itaquera.

Só que o Itaquerão já estava sendo construído e a Odebrecht, lógico, concorreu sozinha.

Gilmar Tadeu terá de explicar a estranha coincidência.

É São Jorge…

Matar o dragão foi fácil.

O Itaquerão o espera….

É inacreditável, mas o jornaleiro maldade Cosme Rimoli publica mais um ridículo post em seu blog no portal da IURD. Acredita em uma história típica de primeiro de Abril que seria a construção da estátua de São Jorge proporcional ao Cristo Redentor carioca na Arena Corinthians.

Rimoli se comportou como os famosos estagiários juvenis do UOL, que diariamente publicam as mais esdrúxulas notícias do noticiário esportivo, não se atentou que a estátua de São Jorge foi mais um deboche de Luiz Paulo Rosenberg sobre a imprensa paulista como constantemente o atual vice-presidente do Corinthians faz com nossos jornaleiros.

Nas entrelinhas Rosenberg humilha a imprensa paulista e faz o Corinthians seguir na capa dos portais de internet, jornais, rádio e televisão utilizando a burrice e a ingenuidade de verdadeiras antas como é o caso de Cosme Rimoli que acredita atacar o clube com suas palavras irônicas, mas na verdade serve como um grande veículo de propaganda da Arena Corinthians.

Não é possível que alguém que diz aos quatro cantos que tem mais de 20 anos de profissão como Rimoli ou Risolis (de risório) caia numa história dessas, talvez já queira antecipar as pegadinhas de 1 de Abril que está chegando…

Categorias:Uncategorized

Guarani x Ponte:Maior que joguinhos da segundona da Inglaterra

Esse final de semana tivemos o derbi dos 100 anos entre Guarani x Ponte Preta sendo esse sem dúvida alguma o maior clássico do interior do país, nenhum outro clássico entre equipes medianas tem a mesma rivalidade, história e jogadores importantes ao futebol brasileiro do que o clássico campineiro.Um clássico onde a derrota é proibida e as consequências são duras ao derrotado,deveria ser obrigatório ao menos um Guarani e Ponte por ano, mesmo que esses times estejam em divisões diferentes no paulistão ou brasileiro tamanha a rivalidade e o interesse que a partida esperta ao torcedor.

Um clássico que tem o respeito e atenção de todas as torcidas de São Paulo, mas que infelizmente alguns jornaleiros euro centristas tentam diminuir sua relevância comparando-o com o horrendo clássico da segunda divisão inglesa entre West Ham x Milwall, dois clubes pequenos e irrelevantes onde a principal característica é a briga entre holligans que até virou tema do filme Green Street Hooligans,não tendo qualquer qualidade no bola rolando,a tipica pelada inglesa.

Não é possível que alguém queira comparar clássicos como o de Campinas a horrorosos jogos da segundona inglesa, aqui no Brasil nossos jornaleiros fazem de tudo para tentar diminuir nosso futebol nos colocando em patamar menor do que qualquer pelada europeia que costumam servir como bons soníferos aos finais de semana.

O derbi dos 100 anos terminou empatado por 1 x 1 e teve todos os ingredientes de um grande jogo,expulsões,lances polêmicos,rivalidade e gol nos minutos finais.Um grande jogo que sem dúvida alguma foi melhor e mais interessante que as partidas europeias do final de semana,que servem de quebra-galhos para algumas grades de programação de tv’s brasileiras.

Sem continuar assim nossos jornaleiros vão dizer que Corinthians x Palmeiras,Flamengo x Vasco,Cruzeiro x Atlético/MG ou Internacional x Grêmio são partidas irrelevantes,o bom mesmo é ver West Han x Milwall,Betis x Sevila ou então Borussia Mönchengladbach.

Categorias:Uncategorized

Fim da Era Ricardo Teixeira: Juquinhas seguem derrotados

O fim da era Ricardo Teixeira representaria um benefício ao futebol brasileiro se o novo presidente não fosse José Maria Marin,com 23 anos no poder a administração Teixeira já não produzia os mesmos resultados de anos anteriores e o continuísmo em qualquer que seja a instituição jamais será benéfica, pois são importantes novas ideias e novas lideranças para que processos se otimizem e novos modelos de gestão sejam colocados em prática.

Ricardo Teixeira definitivamente não faz mais parte da CBF, porém em seu lugar assume o obscuro José Maria Marin, se engana aquele que acha que a saída de Teixeira representa a vitória de Juca Kfouri, José Trajano, Birner ou a turminha geradora de conteúdo para adolescentes mimados criados em condomínios (ESPN).

Essa turminha segue derrotada, jogada as traças e aos traços de audiência em suas tribunas.Assume a CBF um sujeito que me parece ser tão nebuloso quanto Ricardo Teixeira,sem qualquer know em administração e uma real ameaça ao futebol brasileiro pois estamos trocando um presidente contestado no quesito moral e com inumeras denuncias,mas que gostemos ou não fez da seleção brasileira algo que ela não foi durante 24 anos:campeã.Duas Copas do Mundo,quatro Copas Américas,três Copas das Confederações e incontáveis títulos nas categorias de base.Já Marin é também contestado moralmente mas sem qualquer know em administração de futebol e não parece ter qualquer talento nisso,sendo um aventureiro erroneamente indicado por Teixeira que jamais imaginava estar fora do cargo faltando dois anos para a Copa do Mundo.

Voltando a falar da turminha do traço… Como jornalistas atuantes e respeitáveis como eles se intitulam deveriam aproveitar o momento e sugerir um nome de consenso e decente para dirigir a CBF,mas que nada na hora da mudança a panelinha “do bem” mostra seu verdadeiro talento:Nenhuma alternativa,modelo de gestão ou nomes de consenso,obviamente não são capazes de dar boas sugestões,nunca fizeram e nem farão qualquer coisa que seja benéfica ao futebol brasileiro, ficarão criticando qualquer ato que venha da CBF e adoram nomes como o do atual presidente da CBF uma presa fácil para ser criticada.

Derrotados e eternamente reis do traço, qual a vantagem em ter Marin como presidente da CBF?Isso é se sentir vitoriosos juquinhas?Em nada mudará nosso futebol, aliás, tende a piorar a situação com a formação de grupos para tomar o poder na CBF. Todo o barulho feito pela turminha do bem durante os anos 90 e 2000 trás como resultado um pífio presidente  faltando dois anos para a Copa do Mundo… Teixeira deveria sair da CBF?Sim, mas desde que tivéssemos um presidente melhor para assumir o seu lugar… Aos que durante anos “tomaram chá de cadeira esperando a queda do Ricardo Teixeira” saibam que o pior está por vir.

Categorias:Uncategorized

Juca Kfouri:Imaginação fértil

De Juca Kfouri em seu blog:

É sabido que a Fifa adoraria poder levar a Copa de 14 para a Inglaterra e parar de apanhar dos ingleses.

Pode ser o começo do fim da Copa no Brasil, nessas alturas com prejuízos incalculáveis diante de tudo que já está, mesmo que atrasado, em andamento.

O Rei do traço coloca sua fértil imaginação em ação,faltando dois anos para o início da Copa do Mundo a ser realizada no Brasil,com bilhões investidos,com obras em estádios e em infra-estrutura ocorrendo não será tão simples assim a Copa de 2014 ser levada para a “querida” Inglaterra de Juca Kfouri e seus companheiros de ESPN.

Sem fazer muito esforço para entender o recado mandado por Jerome Valcke a Fifa cobra o país para que as obras ganhem velocidade para evitar futuros problemas,atitude que a entidade máxima do futebol está coberta de razão embora  tenha faltado diplomacia nas palavras de Jerome Valcke e seu “chute na bunda” ao Brasil.

Mas cobrar agilidade é completamente diferente de tirar a Copa do Mundo do Brasil e coloca-la na Europa atualmente devastada economicamente.Isso sem contar com os problemas judiciais que a Fifa arrumaria com o governo brasileiro que náo deixaria o prejuízo financeiro passar batido e iria as últimas consequências para ser ressarcido.

Com certeza vem mais uma previsão furada do rei do traço como o  estádio Piritubão,Valdivia no São Paulo e outras pérolas soltadas por Kfouri nos últimos anos… em 2014 a bola rolará na Arena do Corinthians e terminará no novo Maracanã,alguém duvida?

Categorias:Uncategorized